CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z  
 
Entrada > Dicionário > R > Restaurante Vila do Peixe
 

RTP-M Extracto de "Escapanhinha em Câmara de Lobos"

 

 

Restaurante Vila do Peixe

 

Restaurante vocacionado para a confecção de peixe situado na Rua Dr. João Abel de Freitas, na cidade de Câmara de Lobos.


Fica quase em frente do centro de saúde de Câmara de Lobos o mais recente espaço de restauração desta freguesia, o Vila do Peixe. Como o próprio nome indica, trabalha com os produtos do mar e pretende oferecer aos clientes um leque fresco e variado do que o oceano tem de melhor.
Numa estrutura praticamente só de vidro, construída num patamar superior, pode apreciar a vista sobre a baía de Câmara de Lobos, sobre o velho e novo Ilhéu e ainda sobre o casario que leva até à torre da igreja matriz, enquanto desfruta dos cozinhados da chefe Justa Abreu.
O ambiente é uma mistura entre o moderno e o rústico, uma opção da gerência para agradar a um maior leque de público. Uma sala ampla, vestida de madeira e de castanho-escuro, dá acesso à zona da cozinha, onde uma bancada exibe os exemplares para venda. Aqui, o cliente escolhe o peixe que pretende, vê o peso, o preço final e a preparação, desde o retirar das escamas até chegar ao prato, se assim pretender, pois tudo é feito numa cozinha aberta e à vista do freguês.
Entre a esplanada em calcada portuguesa e o interior, o Vila do Peixe tem capacidade para acolher cerca de 250 pessoas.
Os petiscos do dia com uma selecção da chefe que pode ir do polvo ao camarão, passado por outros, sempre à base de peixe - dão as boas vindas ao cliente. As lapas e caramujos, o camarão, as ovas de espada, as amêijoas à Bulhão Pato, o polvo, as lulas grelhadas e as gambas tigre são as doses que podem servir também como entrada, juntamente com as sopas: do dia e de peixe.
As especialidades da casa são o arroz de marisco, a açorda de peixe, o esparguete de peixe e marisco, a caldeirada e o bacalhau à Tia Alcinda - grelhado e servido com cebola e salsa cruas, regado com azeite quente. A estas junta-se ainda o tradicional bacalhau com natas e as sugestões do dia, pratos fora do menu, como o arroz de tamboril, o de polvo, entre outros.
Um quadro negro apresenta diariamente os vários tipos de peixe disponíveis e o preço por quilo. Entre os peixes bem conhecidos dos madeirenses, juntam-se outros para descobrir. Promover o consumo de espécies pouco usadas na gastronomia regional é outro dos objectivos deste restaurante.
Quem não gosta de peixe, não tem necessariamente de ficar à porta. Há bife na pedra, bife de picanha e ainda costeleta de vaca na grelha. Os vegetarianos e crianças têm igualmente pratos pensados para ir de encontro às suas preferências.
De destacar que os valores não incluem os acompanhamentos, pedidos à parte.
Batatas fritas com alho e orégãos, batatas assadas no forno com casca e sal grosso, arroz de pimentos e salada algarvia (tomate e cebola com ervas) compõem parte das opções neste campo.
O arroz doce, a baba de camelo, as mousses de chocolate e manga, os pudins de veludo e de maracujá e ainda o leite creme, todos confeccionadas no espaço, são tentações para os mais gulosos na hora de pedir ou prescindir da sobremesa. Além desta encontra ainda algumas tartes, fruta fresca e gelados.
Uma refeição neste espaço vai depender muito do prato, sendo difícil estabelecer uma média. Para ter uma ideia, as doses variam dos 3,90 euros aos 19,90; os pratos dos 5,50 aos 15,50 e os acompanhamentos dos 2,5 aos 4,5. O peixe varia consoante a espécies. No dia da reportagem encontrámos nos mínimo e máximo a dourada a 19,90 e o linguado a 55 euros ao quilo.
De referir ainda que a maior parte do peixe é importado do continente.
A cozinha do Vila do Peixe está aberta diariamente entre as 12h30 e as 15h00 e as 19h00 e as 23h00.
[1].



[1]        Diário de Notícias, Agenda, 17 de Novembro de 2005.

 

 

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas

Câmara de Lobos, sua gente, história e cultura