CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z  
 
Entrada > Dicionário > R > RODRIGUES, Henrique Augusto
 

 

 

RODRIGUES, Henrique Augusto

 

Henrique Augusto Rodrigues era natural da freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, onde nasceu a 3 Dezembro 1859. Era filho de Manuel Rodrigues e de Matilde Augusta de Freitas Serrão. Conjuntamente com dois dos seus quatro irmãos (João Anacleto e Alfredo Guilherme) viria a se distinguir na vida funchalense.

Faleceu no Funchal, a 29 Setembro 1934

Em 1883 estabelece-se com a loja «Bazar do Povo» no Largo do Chafariz (antigo Largo de São Sebastião) no prédio da actual «Farmácia do Chafariz», apenas com vinte e quatro anos de idade.

Mais tarde contrai matrimónio com sua prima Maria Firmina Serrão, não havendo descendentes.

A 7 de Janeiro 1891 aluga o prédio, esquina da Rua dos Ferreiros com a Rua do Bettencourt, pertencente à senhora D. Ema Bianchi  Salles  Caldeira.

Conforme consta do contrato de arrendamento, o local servirá exclusivamente para um estabelecimento de quinquilharia.

Em 1896, seu irmão João Anacleto Rodrigues torna-se sócio da loja «Bazar do Povo».

Morre a esposa de Henrique Augusto. Este, casa mais tarde, em 1902, com a senhora D. Gabriela Cristina da Costa.

Havendo deste matrimónio quatro descendentes: Berta e Raquel, Nair e Paulina.

Pessoa muito equilibrada, pouco expansivo, bastante metódico e organizado, com grande visão e perspicácia. Fazia da família o seu mundo, entretanto gostava de ir ao casino jogar à roleta, mas em tudo muito cauteloso. Como «hobby», dedicava-se à fotografia e à música, tocando guitarra, viola e braguinha.

Helena Araújo, in Diário de Notícias, 22 de Maio de 1983

 

 

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas

Câmara de Lobos, sua gente, história e cultura