CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z  
 
Entrada > Dicionário > R > Rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira
 

 

 

Rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira

Rua existente no centro da cidade de Câmara de Lobos, estendendo-se entre o largo de São Sebastião e a rua da Carreira. Tal como a rua Dr. João Abel de Freitas, que tem um percurso que lhe é paralelo, foi também inicialmente conhecido por estrada dos Quintais. Não sem antes terem de ser ultrapassados alguns obstáculos, nomeadamente em consequência de algumas das expropriações dos terrenos necessários, a actual rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira, na altura ainda denominada de estrada dos Quintais, foi inaugurada, por Alberto João Jardim, no dia 27 de Julho de 1988.

Em termos comerciais é hoje a rua mais importante da cidade de Câmara de Lobos. O seu trajecto corresponde praticamente ao que estaria previsto, desde o século passado, para a actual rua Dr. João Abel de Freitas, mas que, em 1945, por imposição do Arq. Januário de Almeida Godinho, acabaria por ser abandonado.
Com efeito, havendo em 1945 um projecto para a estrada dos Quintais hoje rua Dr. João Abel de Freitas, e tendo sido colocada a hipótese de instalar o edifício dos paços do concelho, numa das suas margens, tal não terá obtido a concordância do Arq. Januário de Almeida Godinho, a quem havia sido encomendado a elaboração do projecto, uma vez que segundo ele, a rua ficaria demasiado baixa.
A propósito do trajecto da primitiva estrada dos Quintais, de acordo com um abaixo assinado datado de 1934 e do qual dá conta o Diário de Notícias na sua edição de 13 de Novembro, o concelho de Câmara de Lobos tinha pendente da Junta Geral, havia na altura mais de 50 anos, uma pretensão que se lhe afigurava de absoluta necessidade e de inteira justiça para todo o concelho. Era a abertura de um ramal que prolongasse a estrada Vieira de Castro (estrada monumental) através do sítio dos Quintais até ao antigo passeio a oeste da igreja paroquial, ou seja, corresponderia sensivelmente ao trajecto da actual rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira, só que terminando, não no largo de São Sebastião como acontece, mas no largo da República.

Inauguração da rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira
Não sem antes terem de ser ultrapassados alguns obstáculos, nomeadamente em consequência de algumas das expropriações dos terrenos necessários, a actual rua Padre Eduardo Clemente Nunes Pereira, na altura ainda denominada de estrada dos Quintais, foi inaugurada, por Alberto João Jardim, no dia 27 de Julho de 1988. Na ocasião, apresentou-se pela primeira vez em público e na totalidade dos seus elementos, o Grupo Coral da Casa do Povo de Câmara de Lobos.

O Grupo Coral da Casa do Povo
Criado pela Casa do Povo de Câmara de Lobos, na altura presidida por João Crisóstomo Caires Gonçalves, o Grupo Coral apesar de oficialmente ter feito neste dia a sua primeira apresentação pública, um mês antes, um grupo de 75 crianças deste coro já havia, contudo, actuado na sessão de abertura do Congresso das Comunidades Madeirenses, realizado no Casino da Madeira.
Sob a regência do músico e compositor camaralobense, João Atanásio, este grupo iniciando-se com cerca de uma centena de elementos, chegou a atingir os duzentos, com idades compreendidas entre os 6 e 30 anos, extinguindo-se poucos meses depois, na sequência de desentendimentos entre o director artístico e o então presidente da Casa do Povo.

A colocação das placas toponímicas
Inicialmente denominada por estrada dos Quintais, reflexos do epíteto  porque era conhecida a zona do seu trajecto no dia 16 de Outubro de 1988, numa das iniciativas comemorativas do dia do concelho, passou esta via de comunicação a ostentar o nome do padre Eduardo Clemente Nunes Pereira, um ilustre camaralobense.
Curioso será no entanto referir a este propósito que só na sessão camarária de 19 de Janeiro de 1989 é que surge a deliberação que atribui o nome do padre Eduardo Clemente Nunes Pereira a este arruamento, facto cuja explicação desconhecemos mas que, apesar de ausência de qualquer justificação, se poderá eventualmente explicar por lapso no seu registo atempado em acta.
De acordo com a acta da referida sessão camarária, a proposta da atribuição do nome do padre Eduardo Clemente Nunes Pereira havia partido do presidente da Câmara e foi do seguinte teor : atribuir ao arruamento desta vila de Câmara de Lobos que recentemente se concluiu através da empreitada denominada de Estrada dos Quintais, o nome do insigne professor, escritor e jornalista que foi o filho desta terra, Eduardo Clemente Nunes Pereira, que também foi sacerdote e Director do Colégio Lisbonense, bem como autor das Ilhas de Zarco e outras obras de não menor mérito literário, como justa e reconhecida homenagem pelo muito que dignificou a Região em especial e este concelho de Câmara de Lobos, em particular.
Apesar desta homenagem, julgo que se justificaria também assinalar com uma placa o local, onde nasceu, na rua São João de Deus.

As referências mais importantes da rua
É nesta rua que se concentram as três agências bancárias existentes na cidade de Câmara de Lobos; a delegação da Empresa de Electricidade da Madeira inaugurada a 8 de Outubro de 1992 e a sede local do Partido Social Democrata, inaugurada a 29 de Junho de 1994, isto para além de vários estabelecimentos comerciais, entre os quais, um pequeno centro comercial, denominado de Lojas Quintais e cuja primeira loja, um cabeleireiro, abriu no dia 25 de Junho de 1992.
Junto ao cruzamento da rua Pe. Eduardo Clemente Nunes Pereira com a rua da Carreira, situa-se o mercado municipal de Câmara de Lobos, cujo edifício foi inaugurado a 12 de Abril de 1984.
Relativamente aos estabelecimentos bancários, todos eles antes de se instalarem nesta rua já operavam em Câmara de Lobos. O Banif, presente na rua de São João de Deus desde 24 de Outubro de 1981 mudou-se para esta rua a 18 de Novembro de 1991; a Caixa Geral de Depósitos presente em Câmara de Lobos, no largo do Poço desde 1 de Outubro de 1984, mudou-se para esta rua a 26 de Abril de 1994 e o Banco Totta & Açores, presente na rua São João de Deus desde 4 de Julho de 1966, sob a designação de Banco da Madeira - Incorporado no Banco Totta & Açores, também se haveria de mudar para este arruamento.


 

 

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas

Câmara de Lobos, sua gente, história e cultura