CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z  
 
Entrada > Dicionário > F > Fonte de Álvaro Figueira
 

 

 

Fonte de Álvaro Figueira

 

A fonte de Álvaro Figueira, popularmente conhecida por fontal Figueira ou por fonte D'Al Figueira,  situa-se na margem Leste da ribeira da Caixa, numa zona pertencente ao sítio da Quinta do Leme, ainda que situada quase que na transição entre este sítio e o de Pico e Salões e está na origem da levada do mesmo nome ou da Castanheira.

Para além da nascente principal que, de forma predominante, alimenta a levada da Castanheira, a fonte de Álvaro Figueira engloba também outras nascentes situadas no local e que apesar de possuírem menor débito não deixam de contribuírem, para alimentarem a levada da Castanheira, para irrigarem alguns terrenos próximos e ainda para irrigarem os inhames, uma propriedade anexa à fonte de Álvaro Figueira e plantada a inhame. Esta plantação, propriedade da Comissão da levada, era anualmente dada de arrendamento a vários colonos.

Segundo o Elucidário Madeirense, um dos povoadores da Madeira ter-se-á chamado de Álvaro Figueira e terá  tido terras de sesmaria em Câmara de Lobos, facto que poderá explicar a denominação da fonte onde tem origem a levada e, eventualmente, ainda que, no campo da especulação, permitir levantar hipóteses sobre o seu ou seus construtores.

Este toponimo viria a estar na origem da denominação dada a uma vereda situada nas suas proximidades - a Vereda da Fonte de D'Al Figueira (Julgo que o mais correcto seria chamá-la de vereada da Fonte de Álvaro Figueira ou então de vereda da Fontal Figueira).

 

 

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas

Câmara de Lobos, sua gente, história e cultura